topo

Postado em 03 de Maio às 09h00

E-commerce já para o setor moveleiro!

Atualmente o mercado de móveis e o de decoração online (e-commerce) estão entre os mais potentes quando o assunto é comércio eletrônico.
Segundo o último relatório WebShoppers, produzido pelo E-bit, os mesmos já são responsáveis por 9,8% do volume total dos pedidos online.
E não para por aí, comprar móveis e objetos de decoração já é também a 5ª potência em volume financeiro, respondendo no ano de 2018, por 7,7% dos valores transacionados em e-commerce.

E se atualmente temos mudanças em todos os setores no que se refere principalmente ao formato de compra e venda de produtos e serviços, está na hora de repensar os hábitos de consumo deste público que consome móveis e objetos de decor via internet.
Sair de casa, pegar trânsito e gastar combustível, parece não fazer muito mais sentido para o cliente que busca praticidade e economia e frente a isto, o lojista moveleiro deve atentar-se para embarcar e adequar-se ao mundo digital o quão antes.
Você sabia que somente em fevereiro deste ano foram comercializados em torno de 28 milhões de móveis?
Este volume em vendas, mostra um mercado aquecido e cheio de possibilidades para quem tem uma loja física, podendo aumentar seu ganhos e ganhando escala de negócio com a utilização do comércio eletrônico.

A partir disto, é imprescindível pensar que além de aquecido, este mercado é também promissor e que o número de consumidores que busca comprar online e a facilidade de aplicativos para fazê-los, só cresce.
E se o consumidor já entendeu que em muitos momentos o valor de uma operação online é muito mais em conta do que na loja física, visto que o lojista evita desta forma encargos com pessoal, espaço físico, dentre outros, ele vai sempre preferir diante desta lógica, continuar operando, comprando no e-commerce.
Mas atenção ao criar uma loja virtual, alguns pontos devem ser pensados com cautela, tais como investimento em marketing, logística, atendimento ao cliente, segurança nas transações eletrônicas e tendências de consumo em geral para não permanecer com estoque alto, por exemplo.

Além destes pontos, é de suma importância deixar claro para o usuário do e-commerce que sua loja oferecerá inclusive garantias de trocas de produtos e que exista um canal direto de comunicação para o momento em que ele precisar.
E como as compras efetuadas em ambiente eletrônico só evoluem, se faz necessário também pensar que para que a compra no setor moveleiro. Assim como de outros bens de consumo de alto valor, seja efetuada, a mesma muitas vezes depende de linhas de crédito e investimentos mais altos, por isso estar atento à situação econômica do país também é importante.

Diversos segmentos têm encontrado no comércio eletrônico boas oportunidades e estar de olho no que anda acontecendo neste mercado é primordial para que varejista façam corretamente seus investimentos e direcione esforços de acordo com as demandas existentes.

Lembre-se de ter um sistema de gestão que contribua para a organização e otimização dos seus processos, para que seu negócio decole e em grande escala e com maiores resultados quando trata-se de e-commerce.

Veja também

5 Dicas Vitais para sua Loja durante a pandemia da COVID-1918/05 A pandemia da COVID-19 vem modificando totalmente o cotidiano e as formas de fazer negócios no Brasil e no mundo. E em muitas cidades, alguns prefeitos estão exercendo sua autonomia no que concerne à tomada de decisão em relação à decretos, tanto do governo estadual, quanto do governo federal, principalmente no que tange ao fechamento de lojas e demais......
6 Dicas infalíveis para trazer Clientes para sua Loja03/026 Dicas infalíveis para trazer Clientes para sua Loja Independentemente de você já ter uma loja de móveis ou querer abrir uma, ter clientes é importante para girar o seu negócio, pois a sua longevidade no mercado (assim válida para qualquer segmento do varejo), sempre......
Marketing para e-commerce: e-mail Marketing e SEO23/07 Sistema de gestão ok, plataforma de e-commerce também! Mas e agora, como colocar a máquina para girar? Foi-se o tempo em que o marketing era considerado atividade “apêndice” de um negócio. Em tempos de......

Voltar para Blog do Lojista