topo

Postado em 06 de Julho às 15h34

4 Formas inteligentes de melhorar seu mix de produtos!

Um belo dia você acorda e se questiona: que tipo de produtos eu poderia vender em meu negócio e que aumentariam o lucro?
Montar um bom mix é um dos grandes segredos de empresários de sucesso e desafio para quem trabalha no comércio varejista, vista a gama de possibilidades de atuação que um estabelecimento comercial pode ter.
Veja a seguir, 4 dicas de como melhorar o seu mix de produtos!
Partindo do princípio: (re)defina o nicho de seu negócio
Segundo o SEBRAE, o conceito de mix de produtos parte de uma mistura coerente, sendo utilizado para definir ações no mercado, além de “refletir a identidade da empresa, consolidando a loja em um nicho de mercado.”
Uma das primeiras dicas que oferecemos, é observar a estratégia de atuação de sua loja dentro de determinado nicho.
Se sua empresa visa atingir parte da clientela por meio dos itens que são disponibilizados, é importante analisar se sua linha de produtos está conversando com o público, de forma que os consumidores entendam seu posicionamento e atuação de mercado.
Dê atenção às estrelas. Dê atenção à equipe de vendas
Realizar treinamentos constantes com seus vendedores é uma das dicas que sempre ressaltamos em nossos artigos.
Além disto, oferecer à equipe um sistema de gestão de ponta, com todos os produtos cadastrados, facilitará a administração do negócio como um todo, para que inclusive, seja possível o desenvolvimento de campanhas motivacionais ou de incentivo junto à equipe comercial – estratégias fundamentais para que haja giro do estoque.
Analise os melhores produtos
Para os lojistas que atuam com um mix de produto grande, é necessário sempre estar de olho em quais deles há maior rentabilidade, avaliando os custos que envolvem a compra ou produção de cada um, afinal o aumento em número de itens, não é sinônimo de aumento de lucratividade.
Lembre-se que assim como a gestão do negócio pode ser realizada sob o ponto de vista de vendas, é preciso também ficar atento para que o mix de produtos não impacte diretamente em outros setores, como a logística ou controle de estoques, aumentando, por exemplo, custo de fretes ou embalagens.
PDV
Faça um monitoramento do comportamento do consumidor dentro de seu estabelecimento e ajuste com sua equipe os pontos vitais para o melhor aproveitamento do ponto de venda, como exemplo, observando a iluminação, decoração, vitrine, dentre outros aspectos para exposição do mix de forma chamativa. O sucesso desta estratégia está atrelado à gestão de estoque, pois de nada adianta expor produtos com alto giro nos melhores locais, se você precisa fazer circular aqueles parados.
Dica bônus
E se um bom mix de produtos é uma, dentre tantas estratégias para incremento de vendas, aproveite também a dica do Administradores, que traz para o foco um ponto crucial: “aumentar seu ticket,  podendo vender mais itens para cada cliente”, sendo considerada uma estratégia de ouro para seu negócio.
Por último, beneficie-se da quantidade de informações disponíveis dentro dos sistemas, para que sua empresa aumente a agilidade e inteligência competitiva de mercado.
Quer acrescentar alguma coisa sobre mix de produtos? Deixe seu comentário!

Veja também

8 Dicas para Vender na Black Friday07/11/19 A cada ano, a Black Friday ganha mais e mais consumidores no Brasil. Prova disso é que já é uma das três datas comerciais mais importantes do ano, com uma previsão de vendas de R$ 13 bilhões para a próxima edição. E como sair na frente na Black Friday desse ano? Separamos 8 dicas para você participar melhor deste pico de vendas e trazer mais......
A Técnica de Ancoragem para aumento de Conversão em Vendas16/12/19 Você já deve ter participado de alguns treinamentos e cursos em sua área. Deste modo, já ouviu falar do efeito ancoragem? Ainda não? Então acompanhe a seguir como grande parte dos consumidores faz suas escolhas a......
A importância do pós-venda!20/02/19 O pós-venda é um dos segredos para ajudar o seu negócio a crescer continuamente. Muitas empresas planejam apenas até o momento da venda, entretanto, isso é um erro comum e que pode ser evitado com algumas medidas......

Voltar para Blog do Lojista